extrato CNIS se destaca como um dos serviços online mais procurados do INSS em 2019. Os segurados podem emitir esse documento pela internet, seguindo apenas alguns passos bem simples. Leia a matéria e veja como fazer a consulta ao extrato CNIS, utilizando o computador, tablet ou smartphone.

Qualquer trabalhador que deseja dar entrada na aposentadoria, ele precisa providenciar o extrato do Cadastro Nacional de Informações Sociais. Somente esse documento reúne todos os dados a respeito das contribuições realizadas pelo segurado. O documento também ajuda a fazer o cálculo do benefício corretamente.

O que é o extrato CNIS do INSS?

O Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) é considerado o principal documento do INSS. Ele funciona como uma espécie de relatório, que mostra todos os vínculos que um determinado CPF (Cadastro de Pessoa Física) tem com a Previdência Social.

consulta online ao extrato CNIS permite verificar informações como nome do empregado, período trabalhado, salário e contribuições do INSS, realizadas por meio do pagamento do GPS. Portanto, é um documento informativo que serve tanto para trabalhador com carteira assinada da iniciativa privada como também para contribuinte individual ou prestador de serviços.

O segurado deve ter o hábito de consultar o extrato previdenciário pela internet. Afinal, é sua responsabilidade validar as informações ou solicitar alguma retificação.

Há, basicamente, três formas de emitir o extrato CNIS. O segurado pode acessar o portal Meu INSS e gerar o documento, mediante ao cadastro de uma senha na central de serviços do Instituto Nacional do Seguro Social. Também é possível tirar o extrato direto no banco, desde que o segurado seja um correntista. Ou ainda ir pessoalmente à agência do INSS, que deve ser sempre a última opção.

Antigamente, quando o sistema Meu INSS começou a funcionar, o segurado tinha que telefonar para a Central 135, informar o número de acesso gerado pelo sistema e validar uma senha para ter acesso aos serviços online. No entanto, a plataforma se modernizou e hoje é possível criar a senha pela internet, sem a necessidade de um atendimento telefônico.

Como consultar o extrato CNIS pela internet?

O serviço de consulta online ao extrato CNIS foi criado para o segurado do INSS não precisar se dirigir até uma agência e enfrentar fila para atendimento. Até mesmo a criação do login para ter acesso ao relatório pode ser efetuada através da internet, no ambiente seguro da plataforma Cidadão.br.

Veja a seguir o passo a passo para consultar o extrato CNIS pela internet:

Passo 1: Acesse o endereço eletrônico https://meu.inss.gov.br.

Passo 2: Clique na terceira opção do menu principal, ou seja, “Extrato Previdenciário (CNIS)”

Passo 3: Esse serviço online do INSS necessita de autenticação. Clique no botão “fazer login” para criar o cadastro.

Passo 4: O usuário que não possui login deve clicar no espaço destinado ao cadastro de senha.

Passo 5: Na sequência, é preciso informar nos campos em branco o número do CPF, o nome completo do segurado, a data de nascimento, o nome da mãe e o estado de nascimento.

Passo 6: Após o preenchimento do pequeno formulário, prepare-se para responder 5 perguntas sobre a sua vida laboral para gerar a senha inicial. Para não correr o risco de cometer erros, tenha em mãos a Carteira de Trabalho ou as Guias de Recolhimento à Previdência Social (GPS).

Passo 7: Memorize a senha inicial que aparecerá na tela ao final das 5 perguntas. Clique no ícone do “Meu INSS”.

Passo 8: Na página inicial do Meu INSS, clique no botão “Entrar” e faça o login usando a senha inicial.

Passo 9: Informe a nova senha, conforme solicitado pelo sistema. É importante que ela contenha pelo menos uma letra maíuscula, pelo menos uma letra minúscula, pelo menos um número e um total de nove caracteres ou mais. Clique no botão alterar senha.

Passo 10: Autorize as aplicações e, em seguida, você estará logada no sistema. Acesse o serviço de extrato CNIS.

Passo 11: Pronto! Agora é só consultar os vínculos empregatícios, os salários e outras informações da vida profissional.

Passo 12: Gere o extrato CNIS em PDF para imprimir.

Errei as respostas no cadastro. E agora?

Caso as respostas das perguntas sejam divergentes com aquelas que constam nas bases do Governo Federal, será preciso conversar com um atendente. Esse procedimento de segurança é adotado como uma forma de evitar fraudes. O acesso ao chat fica disponível de segunda à sexta, de 08h às 18h. É necessário informar o CPF e o código de verificação.

Quem não tiver paciência para esperar a disponibilidade de um atendente pode procurar um dos bancos autorizados e criar o código inicial. Também existe a possibilidade de ir pessoalmente à agência da Previdência mais próxima e solicitar a senha.

O usuário, vinte quatro horas após a mensagem de dados divergentes, pode refazer o seu cadastro tranquilamente.

Esqueci a senha do MEU INSS. E agora?

Por questões de segurança, a plataforma de serviços do INSS não recupera senha. O usuário precisa fazer novamente o cadastro, gerar uma senha inicial e depois cadastrar uma nova. Para evitar todo esse trabalho nas próximas consultas, anote a senha para não esquecer.

Outros serviços do MEU INSS

A plataforma Meu INSS oferece outros serviços ao cidadão, como a possibilidade de solicitar aposentadoria por idade ou salário-maternidade. Tem como simular tempo de contribuição, agendar atendimento, acompanhar requerimento, obter o extrato de pagamento de benefício, ter acesso a carta de concessão de benefício, agendar perícia, consultar resultado de perícia e ainda gerar outros tipos de extrato (de empréstimo consignado e imposto de renda).

O Portal Meu INSS funciona bem em desktop, tablet e smartphone. Embora seja um site, você não terá dificuldades para fazer consultas através de dispositivos móveis.

Compartilhar noticia